Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Notícias

RJ: Réveillon de Copacabana não terá churrasco nem “farofa”

Publicado em 29 de dezembro de 2010

Fonte: ODIA

Com 36 barreiras ao longo da orla para conter ambulantes irregulares, a prefeitura do Rio de Janeiro montará um cinturão contra a desordem no Réveillon de Copacabana: não será permitido churrasquinho nem acampar na areia. Um microônibus da PM dará apoio ao Choque de Ordem no combate a flanelinhas e estacionamento irregular. Além dos 983 agentes do município, a PM contará com 1.350 homens. Em todo Estado, atuarão no Réveillon 6.717 policiais militares, número 5% maior que o efetivo de 2009 – serão 336 homens, 1.208 viaturas e três helicópteros a mais.
Nesta terça-feira, uma das principais atrações do show da Virada em Copacabana, Daniela Mercury, fez ensaio em Vigário Geral. No mar de Copa, começaram a ser feitas oferendas aos orixás enquanto, no calçadão, quiosques já oferecem aluguel de mesa até na areia para assistir ao show. O valor é salgado: lugar para 4 pessoas, sem bebida nem comida, sai por R$ 200. A Secretaria de Ordem Pública esclarece que o serviço na areia é proibido e os donos de quiosques serão multados, já que a orla é área de proteção.
Também não será permitido montar barraca para garantir lugar perto do palco. No show de Roberto Carlos, dia 25, foram apreendidas 50. A diária do depósito custa R$ 158,19. Carros rebocados serão levados para o 23º BPM (Leblon) e poderão ser retirados até as 17h do dia 1º.
Outra recomendação da prefeitura é que a ceia seja levada pronta de casa. Churrasco e fritura feitos na hora serão coibidos mesmo se for para consumo próprio. O cerco será fechado também para os ambulantes, que não poderão usar faca. Dono de barraca há mais de 30 anos, Mário Norberto, 57 anos, torce para que a fiscalização reduza a concorrência. Ele prevê lucro de R$ 1,5 mil por noite. “As cadeiras que alugo por R$ 3 custam R$ 10 no Réveillon. Isso porque o preço do gelo e dos funcionários também dobra”, disse.
Confira as regras da festa:
Na areia
Não será permitido acampar em barraca para garantir lugar na areia. O material será apreendido. Também é proibido alugar mesas e cadeiras nas areias – nesse caso, donos de quiosques serão multados.
Comida
Não pode cozinhar na praia, nem para consumo próprio. Churrasco, queijo e frituras serão coibidos. Sanduíches devem ser levados prontos e as frutas cortadas e embaladas. São permitidos biscoitos industrializados e sorvetes embalados.
Bebidas
Pode levar bebida em embalagem de vidro, mas só para consumo próprio. Podem ser vendidas em latas e embalagens plásticas. Também vale coco verde e mate de galão.
Suvenir
Objetos como bijuterias, brinquedos de plástico e acessórios de praia (guarda-sol, boné, protetor solar) estão liberados.
Centro de operações
Além dos 36 bloqueios, o Choque de Ordem terá um centro de operações no calçadão da Av. Atlântica com a R. República do Peru.
Policiamento liderado por uma mulher
Com a experiência de 20 anos de corporação, a tenente-coronel Cláudia Lovain, comandante do 19º BPM (Copacabana), vai enfrentar o maior desafio da carreira: comandar 1.500 homens entre eles policiais de várias unidades e do Serviço Reservado, que trabalharão à paisana no Réveillon de Copacabana. O efetivo foi dividido em cinco áreas. “Estou confiante de que tudo dará certo”, afirmou Lovain, que está há dois meses à frente do 19º BPM.
Na orla de Copacabana, foram instaladas 30 torres de observação para 180 PMs. Serão usadas 48 motocicletas, e homens do Batalhão de Choque ficarão nas estações do metrô da Cardeal Arco Verde, Siqueira Campos e Cantagalo. “O Bope estará de prontidão. Temos 366 homens das quatro UPPs da Zona Sul e 80 do Batalhão de Campanha no Alemão”, anunciou o relações públicas da Polícia Militar, coronel Lima Castro.
O esquema especial para o Réveillon inclui ainda os bairros do Flamengo, Botafogo, Barra da Tijuca, Ilha do Governador, Ramos, Penha e o município de São João de Meriti , Baixada Fluminense. Botafogo e Flamengo serão os únicos locais onde haverá patrulhamento a cavalo.
Igreja da Penha ganhará iluminação especial na Virada
O santuário da Penha, que voltou a ser importante ponto de peregrinação após a tomada dos complexos da Penha e do Alemão por forças policiais e militares, vai ganhar uma iluminação permanente nesta virada de ano. Uma surpresa prometida pela prefeitura.
Um cinturão de pombas e a palavra “paz” em luz neon serão acesos nos dois lados do morro e no entorno do muro da Igreja da Penha após a queima de fogos, que, este ano, vai durar lá o mesmo previsto para o show de pirotecnia de Copacabana: 20 minutos.
Por causa da programação especial, a expectativa de público é quase seis vezes maior que nos anos anteriores, quando cerca de 30 mil pessoas assistiam à queima promovida no alto da igreja. “É o presente para a comunidade, o momento de comemorar a liberdade dessas pessoas. E a paz é o símbolo de tudo o que aconteceu naquela região. Tenho certeza de que muita gente vai se emocionar”, garantiu o secretário municipal de Turismo, Antonio Pedro Figueira de Mello.
As pombas e a palavra “paz” vão acender toda noite e se tornarão mais um atrativo para turistas que visitam o santuário, acredita o secretário. A Riotur não definiu prazo para a iluminação especial.
O tema “liberdade” também vai ser lembrado na programação de shows. A pedido do secretário, a primeira música que a Imperatriz Leopoldinense vai apresentar é o samba-enredo ‘Liberdade, liberdade, abre as asas sobre nós’, que a escola desfilou em 1989. Vão também se apresentar no IAPI, a partir das 20h, a Orquestra Tupy, a Banda do Exército, o AfroReggae e Ed Motta.

VOLTAR

Nenhum comentário

Você pode ser o primeiro a comentar!


Faça um comentário

Campos com (*) são obrigatórios

Seus dados
Comentário

Copyright © 2010 - quintaldosamba.com - todos os direitos reservados